RSS - Feed Facebook Twitter You Tube

Pernambuco

Empreendedorismo

Economia criativa é tema de debate na Campus Party Recife

Potencial cultural e turístico dos estados são favoráveis ao desenvolvimento do setor

30 de julho de 2012 - 13:20 | 0 comentário(s) fonte: diminuir fonte aumentar fonte Corrigir | Imprimir |
A economia criativa, um dos assuntos mais discutidos nos últimos anos, foi tema de debate no Campus Empreendedorismo da Campus Party Recife neste domingo, 29. Francisco Saboya, presidente da incubadora de softwares Porto Digital, lembrou que o país ainda tem participação inexpressiva nessa área, mas que aos poucos avança no tema. Segundo ele, dados da Organização das Nações Unidas (ONU) revelam que o segmento movimenta mundialmente US$ 600 bilhões, aproximando-se do setor de informática.

Para Cláudia Leitão, secretária de Economia Criativa do Ministério da Cultura, no Recife a discussão já está avançada. “É uma realidade, uma alternativa ao desenvolvimento”, destacou. Ela considera importante a parceria desenvolvida com o Sebrae, já que o público-alvo é o pequeno e micro empreendedor criativo. A secretária também disse estar otimista em relação à compreensão da economia criativa pelo poder executivo. “Temos de trabalhar cada vez mais para que prefeitos, governadores e todos os políticos compreendam a abrangência do assunto”, reforçou.

O secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Marcelino Granja de Menezes, afirmou que é que preciso estabelecer eixos para fortalecer o empreendedorismo nessa área. Ele também destacou que o potencial cultural de Pernambuco é favorável ao ambiente criativo.

A lei municipal de incentivo à economia criativa, criada em janeiro deste ano, em Recife, foi mencionada pelo secretário municipal de Ciência,Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, José Bertotti, que contextualizou o desenvolvimento econômico associado à cultura e ao turismo. “Quando se trata de desenvolvimento econômico, a cultura é um ativo importante”, sentenciou.

Para ele, Recife tem excelentes manifestações culturais e o desafio é transformar esse potencial em um bem econômico. Para isso já há setores mapeados de economia criativa e também de biotecnologia. José Bertotti ainda reforçou a importância da difusão tecnologia da informação para a tecnologia criativa.

Desenvolvimento
“Falar de economia criativa sem empreendedorismo não existe”, afirmou Ana Maria Coelho, gerente nacional de Atendicmento Coletivo Serviços do Sebrae. Ela lembrou as políticas de fomento ao empreendedorismo desenvolvidas pela instituição em todo o país, que representam ações voltadas para 98,84% das empresas, gerando 64% dos empregos formais.

“Estamos falando de um novo modelo de desenvolvimento em três eixos: fomento a políticas públicas, competitividade e transversalidade”, explicou. De acordo com ela, esse é o posicionamento do Sebrae para a economia criativa. Ana Maria Coelho também destacou a importância da inovação de processos, o que ocorre não apenas em grandes empresas. "Estamos inovando em modelo de negócio com a introdução, por exemplo, dos Agentes Locais de Inovação (ALI), aqui na Campus Party”, finalizou.

Agência Sebrae
Compartilhar

Comente essa notícia

Importante: os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade de seus autores e as consequências derivadas deles podem ser passíveis de sanções legais. O usuário que incluir em suas mensagens algum comentário que viole a legislação será eliminado e inabilitado para voltar a comentar

Mapa
Área Territorial 98.146,315 km²
Número de Municípios 185
População do Estado 8.796.032 habitantes
Capital: Recife 1.536.934 habitantes
Principais Cidades
Jaboatão dos Guararapes 644.699 habitantes
Olinda 375.559 habitantes
Paulista 300.611 habitantes
Caruaru 314.951 habitantes
Petrolina 294.081 habitantes
Cabo de Santo Agostinho 185.123 habitantes
Camaragibe 144.506 habitantes
Garanhuns 129.392 habitantes
Vitória de Santo Antão 130.540 habitantes
Dados Econômicos / Demográficos
Produto Interno Bruto - PIB R$ 70,441 bilhões
PIB per capita R$ 8.064,93
Densidade Demográfica 80,65 Km²
(*) Estimativa IBGE

Newsletter

Receba as notícias
de Pernambuco

Powered by Feedburner/Google

Guia de Investimentos Nordeste

veja a versão digital